Exercício Físico e Peso Corporal

Exercício Físico e Peso Corporal

Um dos fatores no aumento do peso corporal é o grande consumo de calorias derivadas da gordura de produtos industrializados. Outro fator é a diminuição de gasto energético, observada pela diminuição de atividade física habitual no trabalho e em rotinas diárias, além de aumento do tempo em hábitos sedentários como assistir televisão, trabalhar no computador, celular, jogar videogame etc.

De uma forma simplista, podemos dizer que o excesso de peso e até mesmo a obesidade resulta de um desequilíbrio entre ingestão e gasto calórico.

A prática regular de exercício físico leva o organismo a ter melhor controle sobre o balanço energético. Isso se deve ao aumento na capacidade de oxidação de ácidos graxos livres nas células musculares. Além do efeito protetor da massa magra, o exercício acelera a perda de massa de gordura.

O efeito prático do exercício físico é direto no gasto calórico, pois mantém o metabolismo aumentado por um longo período após sua execução. Isso quer dizer que, mesmo após o exercício, a mobilização e a oxidação de lípides (gordura) permanece elevada. A Organização Mundial de Saúde (OMS) orienta a realização de, no mínimo, 150 minutos de exercício moderados por semana.

O processo de controle do peso corporal, e até mesmo de emagrecimento, é o conjunto entre atividade física aeróbica e anaeróbica incluindo uma boa ingesta de alimentos saudáveis.

Fonte:
Saris, WHM. The role of exercise in the dietary treatment of obesity. Int J Obes 17:S17-21, 1993.